• Floripa (48) 97400 1200
  • Itajaí (47) 99284 0967

Blog

O que faz um técnico em Radiologia?
IAvatar Fernando Barcellos

por

Olá! Eu sou o Fernando, Analista de Marketing Digital da Escola Técnica Geração. Espero que você curta esse conteúdo. Boa leitura. Aproveito para deixar um convite para você baixar alguns materiais gratuitos. ;)

O que faz um técnico em Radiologia?

O técnico em Radiologia é o profissional apto e a realizar os procedimentos da radiologia, por meio de serviços na área. Regulada pela Lei nº 7.394, de 29 de outubro de 1985, a profissão exige formação técnica de nível médio e capacita o técnico a operar e preparar equipamentos radiográficos.

A profissão está sendo cada vez mais procurada pelo mercado de trabalho e, por isso, muitos estudantes buscam saber mais sobre a profissão para decidirem se ela é uma boa opção para eles. De modo geral, esse profissional é responsável por operar e preparar equipamentos radiográficos para diversos procedimentos.

Além disso, outras de suas principais funções são: preparar o paciente e a sala para a realização de diagnósticos por imagem; processar filmes radiológicos; fazer soluções químicas e acompanhar a utilização de meios de contraste radiológicos, analisando os princípios de proteção radiológica, avaliando reações adversas e agindo em situações de urgência (com supervisão especializada).

Para realizar essas atividades, o profissional deve ser cuidadoso, estar sempre preparado para lidar com surpresas e ser capaz de tomar decisões rapidamente. Ele também tem que trabalhar bem com outras pessoas, pois está frequentemente em contato com pacientes e trabalhando em conjunto com uma equipe.

Caso esteja em dúvida se a carreira de Técnico em Radiologia é a ideal para você, continue lendo o nosso post! A seguir, explicaremos mais detalhes sobre essa profissão para você ter certeza de que está fazendo a escolha certa. Confira!

👉 Entenda por que o técnico em Radiologia se aposenta mais cedo

1. Técnico em Radiologia ou Ensino Superior?

O estudante que deseja seguir carreira na área de Radiologia tem duas alternativas de ensino: fazer um curso técnico ou tecnólogo. Para escolher entre um dos dois, é preciso ver as características de cada um e definir qual é o mais adequado para os seus objetivos.

Assim como a maioria dos cursos técnicos, o de Radiologia tem aulas teóricas e práticas, porém é mais voltado para a parte prática da profissão. Ele é de curta duração, levando em média dois anos para ser concluído. Essa formação é mais recomendada para os jovens que querem entrar rapidamente no mercado de trabalho.

O curso tecnólogo de Radiologia é uma graduação de Ensino Superior. Portanto, tem duração mais longa, de aproximadamente três anos. Além de ensinar a prática para os alunos, ele também tem boa parte de sua grade curricular focada na teoria da profissão. Sendo assim, ele costuma ser indicado para pessoas que não têm tanta pressa em encontrar um emprego.

2. O curso técnico em Radiologia

O curso capacita o profissional a operar equipamentos emissores de radiação ionizante, conforme o ramo e as normas nacionais e internacionais de segurança. Com duração média de dois anos, a capacitação proporciona conhecimentos práticos e técnicos de preparo de soluções químicas e de processamento de imagens, aplicação dos meios de contraste radiológico e demais procedimentos de radioproteção.

Entre as disciplinas estão Anatomia, Tomografia Computadorizada, Práticas Radiológicas, Psicologia aplicada, Polícias de Saúde e Física em Radiodiagnóstico, entre outras. O curso de técnico em radiologia ainda demanda o estágio obrigatório de que gira em torno de 400 horas e visa a capacitá-lo de forma mais apropriada ao mercado de trabalho.

👉 10 habilidades do técnico em Radiologia

3. O que o Técnico em Radiologia estuda?

As aulas do curso de técnico em Radiologia possuem conteúdo diversificado para que o aluno tenha uma formação completa no ramo. A grade curricular contém módulos a respeito do corpo humano, como Anatomia e Fisiologia, de Enfermagem, Física, Psicologia e sobre os diferentes modelos de radiologia.

Os alunos ainda aprendem durante a formação a realizar várias atividades que farão parte do cotidiano deles, como criar soluções químicas, fazer a aplicação de meios de contraste radiológico e a operar equipamentos radiográficos.

O estudante deve fazer um estágio supervisionado, de cerca de 400 horas, para finalizar os estudos. Essa experiência é obrigatória, pois dá ao aluno a oportunidade de colocar em prática os conhecimentos e se preparar para o mercado de trabalho.

4. Onde esse profissional trabalha?

Frequentemente, o técnico em Radiologia é contratado para fazer diagnósticos por imagem em instituições da área da saúde, como clínicas, hospitais, laboratórios, unidades básicas, entre outros. Entretanto, esse não é o único campo em que o técnico em Radiologia está apto a atuar.

É bastante comum encontrá-lo também no setor de segurança de portos e aeroportos, operando aparelhos que identificam itens não permitidos, como armas, drogas e substâncias perigosas. O setor de petróleo e gás é outro que emprega os Técnicos em Radiologia, para fazer a perfilagem de poços com a radiologia industrial.

Ele pode ser empregado ainda pela própria área da indústria e da construção civil. Na primeira, a função dele é realizar o controle de qualidade de vários procedimentos por meio da radiologia industrial. Já na construção, o papel do técnico é operar testes (de raio-X ou radiação gama) para analisar a estrutura do projeto e identificar problemas, como anomalias de densidade e rachaduras não detectadas pelo olho humano.

Diversidade de Segmentos de Atuação

– Radiologia na saúde

A radiologia, quando associada à medicina, trata a energia luminosa proveniente de equipamentos e processos para auxiliar no diagnóstico e no tratamento de doenças. Em linhas gerais, esse campo é dividido em duas áreas: radiologia diagnóstica e radiologia intervencional.

O técnico em Radiologia está posicionado na última relação na corrente diagnóstica, uma vez que a imagem apresenta a informação necessária na avaliação do diagnóstico. Entre suas atribuições estão:

  • exames radiográficos convencionais;
  • processamento do filme e as soluções químicas usadas no processo;
  • preparar o paciente e o ambiente quando este realiza os exames e diagnóstico.

– Medicina Veterinária

Visa identificar e diagnosticar as principais afecções locomotoras do esqueleto, doenças cardiorrespiratórias, abdominais e verificação de corpos estranhos em animais por meio de equipamentos radiográficos.

– Medicina Nuclear

A Medicina Nuclear associa fármacos e substâncias radioativas, chamados radiofármacos inseridos no corpo humano, geralmente por via endovenosa, para o diagnóstico. Os radiofármacos emitem radiação gama e após a sua administração são absorvidos normalmente pelo organismo.

– Indústria

A radiologia industrial prevê o uso da radiação para funções como o controle de qualidade e de processos em indústrias.

– Construção civil

A construção civil também utiliza o serviço do técnico em Radiologia. Por meio de testes usando raios X ou radiação gama, é possível avaliar estruturas e detectar anomalias de densidade, assim como rachaduras que não estão claramente visíveis.

– Segurança

Os processos radiológicos podem ser associados aos setores e serviços de segurança (portos, aeroportos e outros).

5. Como tirar o registro de Técnico em Radiologia?

Para exercer o trabalho de técnico em Radiologia é necessário ter um registro profissional fornecido pelo Conselho Regional de Técnicos em Radiologia (CRTR) do Estado em que o indivíduo pretende atuar.

Então, depois de conseguir o diploma do curso, o recém-formado deve ir até o Conselho de seu estado e fazer o pedido do registro. É preciso pagar uma taxa de solicitação e apresentar certos documentos, como o diploma e comprovante de conclusão de estágio supervisionado, para conseguir o registro.

Esse documento, de acordo com a Lei 7394/85, dá ao técnico a permissão para atuar nas seguintes modalidades: Radiodiagnóstico, Radioterapia, Medicina Nuclear e Radiologia Industrial.

6. Técnico em Radiologia é uma profissão em alta?

Uma das principais dúvidas dos estudantes que estão pensando em seguir carreira de Técnico em Radiologia é se essa é uma profissão em alta, ou seja, se ela é valorizada e há muitas oportunidades de emprego. A resposta para essa questão é SIM!

A profissão de Técnico em Radiologia está em alta, porque os investimentos na área de medicina diagnóstica só crescem. Além disso, no Brasil houve um aumento no número de planos de saúde, então é preciso contratar mais especialistas para realizar os vários procedimentos de Radiologia.

Além do campo da saúde, o técnico também está sendo chamado para trabalhar em outros ramos, como o da construção civil, do petróleo e da segurança. Isso é muito positivo para os profissionais que possuem essa formação, porque apenas especialistas com registro podem realizar as atividades requisitadas por diversos setores. Então, atualmente, o número de vagas para os técnicos em Radiologia no Brasil é bastante positivo.

Essa profissão pode ser uma boa opção para quem é cuidadoso, sabe trabalhar em equipe e deseja entrar rapidamente no mercado de trabalho. Se você acredita que tem o perfil para realizar as atividades que essa carreira demanda, agora é a hora de procurar uma boa instituição de ensino para começar os seus estudos.

É fundamental escolher uma que seja reconhecida e possua estrutura para ensinar a prática da Radiologia. Para estudar em uma boa instituição, entre em contato conosco e saiba mais sobre o nosso curso técnico em Radiologia!

Curso Técnico em RadiologiaCurso Técnico em Radiologia

☢️ Sobre o Curso Técnico em Radiologia

O Ensino Técnico, de modo geral, oferece cursos de rápida duração, com mensalidades acessíveis e conteúdo prático voltado às necessidade do mercado de trabalho.

O Curso Técnico em Radiologia capacita profissionais para preparar e operar aparelhos de diagnósticos por imagem – radiografia convencional (raio X), mamografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética, por exemplo. Apesar da área da saúde ser a maior contratante deste profissional, os Técnicos em Radiologia também podem atuar em portos e aeroportos para verificação de bagagens, no setor industrial, na esterilização de alimentos e na construção civil para avaliação de estruturas e detecção de anomalias na densidade do solo.

Os profissionais formados na Escola Técnica Geração têm maior aceitação no mercado de trabalho, fruto do prestígio alcançado pela instituição em seus 20 anos de atuação em Santa Catarina. Além disso, seus alunos ainda contam com sistema de encaminhamento profissional, através da Central de Estágio e dos convênios com empresas parceiras.

Mais detalhes do Curso

Parabéns
Em breve você receberá com exclusividade nossas publicações e materiais de estudos.
Ocorreu um erro ao enviar o formulário
Preencha o captcha corretamente
Informe o seu nome.
Informe o seu e-mail.

Contato

Conheça nossas Unidades

Florianópolis
Rua Felipe Schmidt, 291, Centro.
(48) 3223.1800
(48) 97400.1200
Itajaí
Rua Felipe Schmidt, 480, Centro.
(47) 3346.3300
(47) 99284.0967