Escola Técnica Geração

Como o curso técnico em Administração mudou a vida de Viviani Sema

Publicado em 30 de maio de 2017. Categoria(s) Curso Técnico em Administração

A escolha pela formação técnica em Administração foi uma grata surpresa para Viviani Sema. A jovem, de 27 anos, aconselhada por uma amiga que havia concluído o curso recentemente, arriscou-se a ingressar em uma área na qual, segundo ela, poderia “não se sair muito bem”. Seu receio era enfrentar disciplinas ligadas à matemática e ao cálculo, algo que até então não tinha lhe despertado interesse.

No entanto, com persistência no avançar do curso e com auxílio dos professores, ela desmistificou suas apreensões diante dos números, superando as limitações que ela própria havia imposto ao seu conhecimento.

“No começo estava incerta com disciplinas como cálculo, tributação e contabilidade. Mas, no fim, quebrei essa barreira e descobri que tudo isso não era o monstro que eu estava imaginando. Pude aproveitar melhor o curso e agregar o conhecimento no dia a dia do meu trabalho”, conta Viviani.   

Desenvolvendo as habilidades inatas

Mas o curso técnico em Administração não apenas ajudou Viviani a criar gosto pelas contas. Ali ela também teve a oportunidade de desenvolver ainda mais seus pontos que já eram fortes: as relações interpessoais e a comunicação.

“Foram essas as disciplinas com as quais eu mais me identifiquei e que me fizeram realmente gostar do curso: a parte de fazer entrevistas, recrutamento, seleção e, principalmente, prospecção de novos clientes. Foi então que descobri como a Administração é uma área multifacetada”, diz.

Durante o trabalho de conclusão de curso – um projeto em que deveriam ser apresentados quatro problemas e quatro soluções para uma empresa – Viviani focou-se na questão da prospecção, o que lhe rendeu bons frutos no trabalho que já exercia…

Oportunidades e promoção

Na época em que entrou na Escola Técnica Geração, Viviani já trabalhava (e ainda trabalha) em uma empresa de São José (SC) especializada em equipamentos de diagnóstico médico por imagem. Graças ao perfil comunicativo e ao esforço que empenhava para resolver o problema da prospecção, ela recebeu uma promoção. De atendente comercial passou a atuar diretamente na área em que estava se dedicando, ou seja, encontrar e atrair novos clientes.

“Minha supervisora percebeu que eu tinha perfil para atuar nessa área e me deu a oportunidade. Eu era atendente comercial e atendia a dois estados simultaneamente: o Paraná e o Espírito Santo. Ligava todos os meses para os clientes. Acredito de verdade que meus estudos influenciaram essa decisão da empresa em me promover”, afirma Viviani.

Ela conta também que o curso técnico em Administração a preparou adequadamente para seus novos desafios profissionais. Afinal, ela aprendeu com mais profundidade temas relacionados ao tratamento e à satisfação do cliente e às diversas táticas de abordagem.

“Eu vivia dentro das empresas o que eu aprendia em sala de aula”, ressalta.

Agora, sem nenhum resquício de medo quanto à matemática financeira, e ciente do quão abrangente é a área da Administração, Viviani garante que irá dar continuidade nos estudos. Dessa vez, na graduação.    

ASSINE PARA RECEBER AS NOVIDADES! não lhe enviaremos nenhum tipo de spam.