Escola Técnica Geração

Aprenda a diferença entre urgência e emergência na nossa especialização e muito mais!

Publicado em 28 de agosto de 2018. Categoria(s) Cursos de Especialização

diferenca-entre-urgencia-e-emergencia-aprenda-escola-tecnica-geracao

Em todos os hospitais do Brasil, a palavra emergência está estampada no setor que atende os casos mais graves e de pronto atendimento. No chamado pronto-socorro são atendidos casos de emergência, urgência, pouco urgente e não urgentes. Para classificar o risco dos pacientes se utiliza o Protocolo de Manchester, que prevê que, após um acolhimento e um pré-atendimento, realizado pela enfermeira, o paciente é classificado de acordo com os seus sinais e sintomas.

Dessa maneira, é feita a triagem com o objetivo de se alcançar uma regulação do fluxo e da demanda de pacientes que procuram as unidades de pronto-atendimento, também denominadas de pronto-socorro. Assim, prioriza-se um atendimento humanizado, facilitando o acesso do usuário que realmente se encontra em uma situação grave, com risco iminente de morte. Vale salientar que o Protocolo de Manchester é utilizado nas instituições hospitalares, mais especificamente nas unidades de pronto-atendimento.

Mas, afinal, qual é a diferença entre urgência e emergência?

Como existem diferentes graus de necessidade de atendimento, a diferença entre urgência e emergência é algo que o profissional que atua nesse local precisa aprender a identificar com rapidez. Esse conhecimento, assim como vários outros que serão vitais para um atendimento de qualidade no setor de Urgência e Emergência de um hospital, faz parte da especialização oferecida pela Escola Técnica Geração.

O termo emergência está relacionado a uma situação crítica e perigosa. Essa situação, normalmente, significa um perigo iminente. Na área da Saúde, uma emergência é como são considerados os casos mais graves, que necessitam de ações imediatas da equipe médica e de profissionais técnicos envolvidos no atendimento. Muitas vezes, os casos de emergência exigem cirurgia ou intervenção médica imediata.

O atendimento a uma pessoa que sofreu um infarto ou uma vítima de acidente de trânsito são considerados casos de emergência. Se você observar, as ambulâncias utilizam a palavra emergência justamente para identificar que os casos atendidos por elas são os mais graves e que precisam de agilidade no atendimento.

Um caso de urgência, por outro lado, precisa ser resolvido com rapidez, mas não necessita ser na mesma hora – ou seja, não de forma imediata. Na área da saúde, normalmente as ocorrências urgentes precisam de tratamento médico e requerem mais tempo, podendo, inclusive, resultar em uma cirurgia, mas que não precisa ser realizada no mesmo momento.

Entre os exemplos de casos urgentes está o de um tratamento contra o câncer. Esse é um caso de urgência e que precisa ser tratado logo, mas a situação do paciente não vai trazer consequências de imediato para ele. Por isso, nessa situação, é necessário tempo para tratar o paciente de forma adequada.

Na área médica, os dois termos costumam ser utilizados juntos no pronto atendimento e/ou pronto-socorro. Nesse ambiente, fraturas e torções costumam ser consideradas casos mais urgentes, assim como doenças contagiosas como o sarampo e a catapora. Já o caso de uma fratura pode ser considerado emergencial se esta for exposta, por exemplo.

Especialização em Urgência e Emergência na Escola Técnica Geração

Para você dominar bem a diferença entre urgência e emergência, nada melhor que fazer uma capacitação de qualidade. Procure, nesse sentido, uma especialização que ofereça o melhor ensino e que o prepare para atuar no mercado de trabalho.

Se você sonha em trabalhar na área de Urgência e Emergência, venha fazer a sua especialização na Escola Técnica Geração! Somos referência no ensino técnico em Santa Catarina e diversificamos a nossa oferta de cursos com a Especialização em Urgência e Emergência.

Essa formação é direcionada exclusivamente para técnicos e auxiliares em Enfermagem interessados em se especializar na área de Atendimento Emergencial. O objetivo do curso é formar profissionais capazes de atuar em situações de urgência e emergência pré-hospitalar de forma a prestar um atendimento de primeiros socorros e transporte da vítima até um hospital adequado.

Além da diferença entre urgência e emergência, o técnico em Enfermagem aprenderá no nosso curso diversos assuntos relacionados a essa área, como técnicas de atendimento e abordagem ao paciente, legislação em atendimento pré-hospitalar, assistência cardiorrespiratória em crianças e adultos, emergências cardíacas e respiratórias, traumatismo e fraturas, transporte de feridos, entre outros conhecimentos.

Nesse novo curso da Escola Técnica Geração, o técnico em Enfermagem adquire o conhecimento e a capacitação necessária para exercer a profissão no ambiente de Urgência e Emergência. No total, serão 320 horas de aulas que contemplam ensinamentos teóricos e práticos, sendo as disciplinas divididas em oito módulos completos.

Entre em contato conosco para saber mais detalhes sobre essa novidade. Especialização de qualidade é na Escola Técnica Geração!

 

ASSINE PARA RECEBER AS NOVIDADES! não lhe enviaremos nenhum tipo de spam.



WhatsApp Entre em contato